CAIADO GOVERNADOR:

DEM e aliados confirmam Ronaldo Caiado candidato ao governo, Lincoln Tejota a vice-governador, Wilder e Kajuru ao Senado

O senador Ronaldo Caiado (Democratas) foi confir­mado candidato a gover­nador de Goiás em convenção conjunta realizada no Clube Jaó, em Goiânia, ontem. Como anun­ciado previamente, Lincoln Tejota (Pros) foi oficializado vice; Wilder Morais (Democratas) e Jorge Ka­juru (PRP), senadores na chapa.

Mais de oito mil pessoas estive­ram presentes no evento, que re­uniu militantes, pré-candidatos a deputado estadual e federal, par­lamentares, prefeitos, vice-prefei­tos e lideranças de todo o Estado.

PUBLICIDADE

inRead invented by Teads
Os quatro candidatos da chapa oposicionista chegaram acompa­nhados de familiares e concede­ram entrevista coletiva à imprensa. Após cumprimentarem apoiado­res, seguiram para o palco onde lideranças já os aguardavam para o começo da grande convenção.

Os discursos do dia come­çaram com os presidentes das legendas aliadas (Democra­tas, DC, Podemos, PMN, PMB, PPL, PRP, PRTB, PSC, PSL, PTC, PROS e PDT), que formalizaram apoio ao projeto encabeçado por Ronaldo Caiado. Até ago­ra, essa é a maior aliança parti­dária na disputa de 2018.

Curta nossa página no Facebook!

Vereador mais bem votado da história de Goiás, Jorge Kajuru começou sua fala como faz tra­dicionalmente: curvando-se ao público. Fez questão de agrade­cer a amizade que tem com a fa­mília Caiado há mais de 30 anos e destacou as qualidades do can­didato democrata.

“Com Ronaldo Caiado, a cor­rupção em Goiás vai acabar. Sal­vou minha vida duas vezes e eu tenho muita gratidão a ele e toda sua família. Tenho certeza que fará um grande trabalho, será o  melhor governador da história e futuro presidente do Brasil. Esta­remos juntos”, declarou.

Sempre ácido, Kajuru criticou o ex-governador Marconi Perillo (PSDB), que, segundo ele, teve seu nome envolvido em escân­dalos de corrupção: “Aquele ‘carrapatão’ entrou lá e desde 1999 eu o chamo de gângster, de ladrão e nunca me arrepen­di. Goiás ainda tem jeito apesar de tudo que essa quadrilha tem feito. Goiás tem fome de saúde, do fim da corrupção, de segu­rança, de educação”, arrematou.

O senador e agora candida­to à reeleição Wilder Morais se emocionou ao ver a mãe, Ma­ria Angélica, na plateia e lem­brou sua infância pobre em Ta­quaral de Goiás. “Filho de uma costureira e de um taxista, tive a oportunidade de virar um enge­nheiro e agora senador. Faz seis anos que estou no Senado e ne­nhum parlamentar conseguiu ajudar os 246 prefeitos de Goiás como eu fiz”, destacou.

Segundo o democrata, sua maior missão é continuar aju­dando o Estado de Goiás, é de­volver o que a vida e Deus o de­ram. “Saibam que eu nunca vou desonrar o voto de vocês. O povo está desacreditado, mas tenho orgulho de dizer que sou político e essa é a hora de separar quem realmente está fazendo algo pe­los goianos. Quero dizer a todos que só se conquista alguma coi­sa com muito trabalho. Então, va­mos trabalhar”, completou.

Candidato a vice-governador, o presidente do Pros Goiás, Lin­coln Tejota, afirmou que é possí­vel mudar, construir um Estado com desenvolvimento e que or­gulhe os goianos. “Hoje, temos medo de sair na rua, de ser assal­tados. Medo de precisar de um serviço público e não conseguir, medo de não saber como será nosso futuro. Mas também temos sonhos. Sonho de ter nosso Esta­do guiado por um homem da es­tatura moral de Ronaldo Caiado”, disse sob forte aplauso do público.

O jovem, que é deputado esta­dual, conclamou o povo a sair às ruas e levar a mensagem da cha­pa para todos os cantos de Goiás: “Construiremos um Estado em parceria com toda a sociedade, líderes políticos, prefeitos, verea­dores, igrejas, sociedade civil or­ganizada, enfim, será um governo do povo e não de poucos.” (Fonte: DM Goiás)