CRISE NO RIO VERDE:

Jogadores são despejados de hotel e Jean, ex-Vasco e Flamengo, pede rescisão de contrato

A crise no Rio Verde parece não ter fim. Após as saídas do técnico Júnior Pezão e do diretor de futebol Reino Alves, o atacante Jean, ex-Vasco e Flamengo, também encaminhou sua rescisão de contrato com o clube esmeraldino. Para piorar, nesta terça-feira (13) os jogadores foram despejados do hotel onde estavam hospedados.

O despejo

Os atletas do Rio Verde estavam hospedados no hotel Vitória Régia.  A informação obtida pelo PORTAL 730 é de que os mesmos serão realocados em uma pensão, para diminuir gastos. O presidente do clube Wolney Marques disse que a conta no hotel já está negociada e o Rio Verde não irá dar o “calote” no estabelecimento. O mandatário afirmou ainda que não se trata de um “despejo”, mas sim de uma “mudança”.

Técnico deixa Rio Verde e dirigente relata: “Não tem comida para os jogadores"

A saída de Jean

O atacante chegou como o grande nome do Rio Verde para a temporada 2018. Mas após os insucessos do clube no Campeonato Goiano e as recentes saídas de Reino Alves e Júnior Pezão, Jean acabou acertando sua rescisão de contrato com o time alviverde.

Jean tem 35 anos e ficou conhecido por atuar em grandes clubes, como Cruzeiro, Vasco, Corinthians, Fluminense e Santos. Foi revelado pelo Flamengo, principal clube de sua carreira. Ganhou experiências internacionais ao atuar na Rússia e nos Emirados Árabes.

Suplementos vencidos e falta de alimentos

O presidente do Rio Verde foi procurado pela reportagem do PORTAL 730. O assunto em questão foi o que disse o ex-preparador físico do clube, Fabrício Traczinski, que denunciou a aquisição de suplementos vencidos. Wolney disse que “não conheço o Fabrício” e afirmou não existir guerra política com o atual prefeito Paulo do Vale (MDB).

Fonte: Portal 730